domingo, 10 de dezembro de 2017

Em 24 horas, Salvador registra quase metade da média histórica de chuvas do mês

Nas últimas 24 horas, Salvador registrou um índice pluviométrico de 64,44 mm. O índice é justamente da região de Rio Sena, que foi onde mais choveu em toda a cidade, de acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), no período das 8h de sábado (9) às 8h deste domingo (10). 
Só neste intervalo, choveu quase metade do que costuma chover no mês de dezembro em Salvador. Para dar uma ideia, segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal), o índice histórico de chuva no mês de dezembro é de 142,8 mm. 
Em Rio Sena, o horário mais chuvoso foi por volta das 22h – apenas neste período, o acumulado de chuva chegou a 39,04 mm, de acordo com o Cemaden. Além disso, os outros bairros que registraram o maior índice pluviométrico foram Pirajá (57,21 mm), Centro Administrativo da Bahia (CAB, com 56,99 mm), Periperi (55,44 mm) e Tancredo Neves (54 mm). 

“A madrugada (deste domingo) não foi nem tão preocupante. O problema maior foi realmente a chuva do fim da tarde para o início da noite de ontem (sábado), quando tivemos algo de agressivo. Choveu cerca de 60 mm entre a tarde e a noite, algo fora da curva. Isso é mais do que um terço da chuva esperada para o mês de dezembro, isso associado aos fortes ventos”, afirmou o diretor-geral da Codesal, Sósthenes Macêdo, por telefone, ao CORREIO. 
De acordo com ele, até as 8h30 deste domingo, foram registradas 23 ocorrências pela Codesal, entre casos de destelhamento de casa, risco de desabamento de muro, queda de árvore, risco de deslizamento de terra e alagamentos. Os casos aconteceram em bairros como São Caetano e Stella Maris, além do Subúrbio Ferroviário. 
De acordo com a assessoria da Embasa, o vazamento da adutora já foi contido, enquanto a manutenção da tubulação deve ser concluída até 13h. Até lá, o abastecimento de água, que foi interrompido na Avenida Paulo VI, deve ser reestabelecido. 

E, neste domingo, a chuva deve continuar. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o dia deve ser nublado com pancadas de chuva e possíveis trovoadas isoladas. A temperatura mínima prevista é de 24°C, enquanto a temperatura máxima deve ser de 30°C. 
“Devemos ter chuva até amanhã (segunda-feira), mas algo dentro do regular, dentro do normal. Aquela pancada concentrada não está descartada, mas não devemos ter. Em todo caso, estamos de plantão recebendo as demandas”, disse Macêdo. 
Ciclone
A chuva deste fim de semana veio acompanhada da passagem de um ciclone no estado. A Marinha do Brasil emitiu um alerta informando que um ciclone subtropical passaria sobre o mar do estado do Espírito Santo, o que provocou ventos fortes e ondas de 3 a 5 metros de altura também no Sul da Bahia. 
De acordo com a Marinha, os efeitos do ciclone começaram a ser sentidos desde as 10h de sábado e devem continuar até a segunda-feira (11). O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) emitiu um aviso de mau tempo para alertar os navegantes. ACOMARCA com informações do iBahia



Nenhum comentário:

Postar um comentário